NOTÍCIAS
História
04/08/2006

A Federação Paranaense de Futebol foi fundada no ano de 1937 pelo Clube Atlético Paranaense, Coritiba Foot Ball Club, Britânia Esporte Clube, Clube Atlético Ferroviário, Esporte Clube Água Verde, Sociedade de Educação Física Juventus, Palestra Itália e Liga de Futebol Regional de Paranaguá. Com 75 anos completados em 2012, a FPF é a entidade que organiza campeonatos, credencia o esporte no Estado e dá todo o apoio aos seus filiados, representando os clubes paranaenses na Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

 

Ao longo dos seus 75 anos, a Federação Paranaense de Futebol mudou de nome várias vezes, mas sempre com o objetivo de organizar campeonatos, dando total apoio a seus filiados e enaltecendo o futebol paranaense.

Acompanhe abaixo um pouco da história da FPF, com base no livro “Futebol do Paraná – 100 anos de História”, de Heriberto Ivan Machado e Levi Mulford Chrestenzen (2005).
 
O início
 
A Federação Paranaense de Futebol foi fundada em 4 de agosto de 1937, após o aparecimento de vários movimentos com o propósito de organizar o futebol no Paraná. A primeira tentativa na organização de uma liga ocorreu em 20 de novembro de 1913, quando o Internacional FC fez uma reunião com a presença de alguns representantes de clubes, mas a ideia acabou não sendo concretizada. Porém, no dia 11 de fevereiro de 1914, com a presença de 10 delegados, foi criada a Liga Paranaense de Foot-Ball, com o objetivo de realizar o primeiro campeonato no Estado. A entidade teve como presidente Ernesto Dobler e a tabela tinha equipes como Coritiba, Paraná, Internacional, Operário, Paranaguá e Brasil como participantes. O início seria no dia 5 de abril e a última rodada no dia 25 de outubro, em dois turnos com pontos corridos. Mas o campeonato não foi realizado.
 
A primeira liga foi fundada em 12 de fevereiro de 1915 com os clubes Coritiba, Paraná SC, Internacional, América FC, Bela Vista SC, Spartano FC, além de Paranaguá e Rio Branco, Antoninense e Operário. Reunidos na sede do Jockey Club, na Praça Zacarias, as primeiras conversas no ano anterior foram colocadas em prática e assim foi criada a Liga Sportiva Paranaense (LSP), a primeira que regeria os destinos do futebol paranaense. Os clubes considerados fundados da Liga elegeram a diretoria, que tinha como presidente Cel Paulo D’Assumpção; vice Ernesto Dobler; secretário J.A Lahorque; e tesoureiro Francisco Bleggi.
 
Já com 19 clubes inscritos, a LSP elaborou e registrou o estatuto da entidade no dia 21 de março e a inauguração da bandeira, com as cores azul e vermelha, foi criada no dia 9 de maio. O primeiro campeonato organizado aconteceu em 1915, mas surgiu o primeiro impasse: com 19 clubes filiados, somente seis poderiam disputar a primeira divisão. Além disso, o Savóia fazia restrições à nova liga. Banida a oposição, a LSP elegeu uma comissão que definiu quais os clubes que deveriam participar da 1ª divisão: Coritiba, Internacional, América, Paraná, Paranaguá e Rio Branco. Os demais ficariam divididos em duas séries na então criada 2ª divisão da LSP. Série A: Spartano, Reco-Reco, Guarani, Operário, Bela Vista e Savóia. Série B: Torino, Britânia, Operário de Curitiba, Brasil, Marumbi de Morretes e Antoninense de Antonina.
 
Após um desentendimento entre dirigentes da LSP, uma nova entidade foi criada em 15 de fevereiro de 1916 denominada Associação Paranaense de Sports Athléticos (APSA). Porém, em 14 de dezembro daquele ano, os dirigentes das duas entidades selaram a paz e consolidaram a fundação da Associação Sportiva Paranaense (ASP).
 
Em 1926, a ASP teve seu nome alterado para Federação Paranaense de Desportos (FPD) no dia 2 de junho, sob a presidência de José Naufal. Na década seguinte, em 1937, a Liga Curitibana de Futebol (LCF) passou a administrar o futebol da capital, enquanto a Federação Paranaense de Futebol (FPF) assumiu o comando do futebol no estado, com Arsênio Pinto como presidente. Já a FDP ficou responsável em organizar as categorias inferiores.
 
Somente em 1941, a FPD e LCF foram extintas e a FPF, desde essa data, se tornou a maior entidade do futebol paranaense, regendo os destinos com plenitude e moralidade.
 
O atual presidente da FPF é Hélio Pereira Cury, que assumiu a entidade no ano de 2008.
 
Primeiro documento
 
Muito embora o Paraná tenha recebido a primeira bola de futebol, ainda em 1903, trazida pelo professor Victor Ferreira do Amaral, a prova documental mais antiga da realização de jogos no Estado, encontrada pela FPF, data do dia 30 de dezembro de 1905. Essa informação consta de um anúncio publicado no “Diário da Tarde”, periódico que circulou em Curitiba entre 1899 e ainda é editado esporadicamente pela Editora Gazeta do Povo. Na página 3 deste jornal, havia um convite à população para “um jogo de bola”, que aconteceria no bosque localizado na Rua Marechal Deodoro, 64. O torneio seria realizado nos dias 31 de dezembro de 1905 e 1° de janeiro de 1906.


Em destaque, anúncio publicado jornal "Diário da Tarde" - registro histórico da prática do futebol no Paraná no século passado

Fonte: “Futebol do Paraná – 100 anos de História”, Heriberto Ivan Machado e Levi Mulford Chrestenzen

 

Galeria dos ex-presidentes da FPF

 

 

Roberto Barroso

Foi o primeiro presidente da FPF, em 1937, tendo participado inclusive do movimento para criação da entidade.

 

Eugênio Marques Viana

 Foi o segundo presidente da FPF, de 1938 a 1940

 

 Fancisco de Paula Soares Neto

Presidente da FPF entre 1941 e 1944

 

Itaciano Marcondes

Presidente da FPF em 1944

 

 

Felizardo Gomes da Costa

Presidente da FPF entre 1945 e 1946

 

 

Capitão Manoel Aranha

Presidiu a entidade em 1947

 

Amâncio Moro

Dirigiu a FPF entre 1948 e 1950

 

Idelfonso Marques

Foi presidente da FPF em 1951

 

 

Gêneris Calvo

Comadou a FPF provisoriamente em 1950. Elegeu-se presidente na gestão de 1952, sendo sucedido por Plínio Marioni na gestão de 1953. Foi reeleito em 1954 e ficou até sua morte no dia 05 de novembro de 1960, tendo sido sucedido pelo seu vice, José Milani.

 

Plínio Marioni

Presidiu a FPF em 1953

 

  

José Milani

Aclamado presidente após a morte de Gêneris Calvo, Milani presidiu a FPF de 1960 a 1975. Uma das marcas de sua gestão foi o início da construção do Estádio Pinheirão 

 

 

Esperidião Ferez

Aclamado presidente da FPF em 1975, ficou no cargo até 1977

 

Luiz Gonzaga da Motta Ribeiro

 Dirigiu a FPF de 1977 a 1982

 

 

Haroldo Alberge

Eleito em 1982, presidiu a FPF até 1985

 

Onaireves Nilo Rolim de Moura
 
1985 – 2007
 
 
Hélio Pereira Cury
 
2008 
Fonte: Assessoria de Imprensa